Subscribe:

Pages

sábado, 5 de junho de 2010

IRRACIONAL SER HUMANO

Dia 5 de junho é o dia mundial do Meio Ambiente. Por isso resolvi postar esse poema hoje. Minha intenção com ele é gerar uma reflexão levando a uma auto-crítica.


------------------------------------------


(Imagem retirada da Revista SuperInteressante de 11/12/09 - edição 273. Na esquerda lê-se: "De um lado, o que é melhor para o planeta"; e na direita lê-se: "Do outro, o que é melhor para o homem")

-----------------------------



Houve um tempo

Em que o Ser Humano agia como tal.

Esse tempo se perdeu no próprio tempo.


Como seres ainda indefinidos

Agem por motivos mesquinhos.

O progresso se tornou desculpa para atos funestos.


Poluição,

Desperdício,

Desmatamento,

E acreditamos não ser nossa culpa,

Ainda crêem que os seres racionais somos nós;

Quanto engano...


Por fraqueza ou ilusão,

Pensam haver maior riqueza que a natureza,

Não percebem que a natureza é a própria riqueza.


Acreditam na sobrevivência dos mais fortes;

Mais besteira...

São todos fracos.


Onde estão os seres superiores,

Aqueles que achávamos ser?

Acreditei fazer parte da humanidade.

Porém, já não me reconheço e nem os demais.


Depois de tanta “sabedoria”.

Tempo e espaço se deslocam...

E a evolução está nos levando ao nosso fim.


O ser humano

Já não é mais SER HUMANO

É maquina,

É fantoche,

É irracional.


O Ser Humano voltará a ser humano,

Quando perceber que a verdadeira riqueza

É aquela que todos podem alcançar,

E somente se todos puderem alcançá-la,

O que será a salvação de todos.


Quem nos intitulou donos do planeta?

Nosso planeta,

Outrora quase intocável,

Agora destruído.


Por ganância ou tolice,

Chegamos até esse ponto

Quem somos nós?

Como permitimos que chegássemos a essa situação?


A dignidade se foi

Cedemos ao que nos pareceu bom

Agora, pagamos um alto preço:

O preço da ignorância.


A natureza,

Bem inestimável,

Agora pede clemência,

Ou atendemos seu pedido

Ou seremos nós que faremos o pedido de clemência!


(Moisés Wesley)

2 comentários:

Vivi.com disse...

Nossa adorei o poema! Sabe essa semana ví em um programa uma critica que o repórter disse o seguinte: "Os homens são inteligentes para construir, mas qdo se fala de construir sem destruir nunca se tem um segundo plano"...
Todos nós estamos cansados de ouvir o que devemos fazer para ajudar a natureza..ops...corrigindo...Nos ajudar.., o grande problema é que sempre deixamos pra depois, e esquecemos que o depois já chegou.
òtima postagem Moisés! :)

Alanna disse...

gostei desse poema, ficou muito bom.

na verdade eu acho que o ser humano sempre foi assim... assim meio egoísta, meio inconseqüente.
a natureza vai sobreviver, ela sempre sobrevive. alguma espécies é que somem, como os dinossauros. a gente só tem que tomar cuidado para não sermos os próximos gigantes extintos.

^.^

Postar um comentário