Subscribe:

Pages

sábado, 19 de dezembro de 2009

PRImeiro LUDibriar


Nota: A idéia estrutural do poema partiu do meu grande parceiro David, ele elaborou a 1ª estrofe e eu a 2ª. A inspiração veio dos nomes dos nossos grandes amores, as letras em destaque compõem esses nomes. Bom, águas passadas não movem moinhos e, portanto, esse poema simboliza uma linda história que poderia ter exisitido, mas não existiu. O que passou, passou. Outros amores vieram e talvez outros venham, ou não! rsrsrs


Pensamentos Retóricos
Intolerâncias Solúveis
Comportamentos Instransponíveis
Lamentos de um coração que Ama
Acometido de ilusões únicas
Que demarcaram a tua existência em minha vida.

Ludibriar meu coração
É algo impossível
Única e Divina
É a tua existência
Muito além do que possa Imaginar
Libero em ti, a força do meu Amor.


(David Rodrigo/ Moisés Wesley)

7 comentários:

Renata Chiletto disse...

*-*

Que lindo. adorei a forma como vcs fizeram o poema. sei lá,é bem diferente e incomum acho legal ^^

Alanna disse...

Esse foi um dos primeiros poemas do Moisés que eu li. ^.^
a gente ia pro CILC ter aulas de inglês na época. *-* bons tempos.
e eu realmente gostei desse poema. é interessante , né?
o mais legal ainda foram duas pessoas conseguirem fazer um único poema. amei.

Moisés Wesley disse...

Muito obrigado mesmo, Renata!

Moisés Wesley disse...

É verdade, Alanna! Bons tempos (mais pelos amigos, rsrsrs)!!!
Esse poema foi feito em uma sintonia única! Grande parceiro David! Quem sabe a gente aparece com novas produções assim?! ^_*

David disse...

" Moisés é meu irmão!!!"

e esse poema é fruto de nossa parceria pra sempre!!!

bons tempos...

mas nossos novos tempos também serão únicos como esses!

Moisés você é brother demais!

Moisés Wesley disse...

Vlw, David!
Estamos "juntos e colados"!
Abraço!

Flor do Oriente disse...

Ameii o poemaa *-* Muy Liindo

Postar um comentário